Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Antigamente

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Rosa caída

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Jardim abandonado


A tertúlia saloia é uma das catedrais do fado, onde ao se ouvir o nosso fado, se cumpre o ritual de o amar. Todos nós os cantores, os letristas os músicos e os que simplesmente o ouve amando-o em silêncio

"Encontrei" por lá o António Pelarigo, uma grande voz, uma das maiores que existem em Portugal, nem sempre devidamente reconhecido.

Ei-lo cantando este Jardim abandonado de João Fezas Vital para o fado Acácio



A Tertúlia Saloia fica em Loures na rua dos combatentes do ultramar, 116- Botica-2670 Loures onde acontece fado nas 1as e 3as sextas feiras de cada mês.
e o telefone é o 919126447

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Meu corpo

Milene Candeias nasceu na Moita e canta fado desde os 8 anos.

Em 1998 venceu a Grande Noite do Fado.na categoria de Juniores femininos

Oito anos depois, e com cerca de 50 concursos vencidos, voltou a obter a vitória na 55ª edição da Grande Noite do Fado em 2006, depois de no ano anterior ter ficado em 2ºlugar

Ei-la cantando o fado Meu corpo

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Louco de Saudade

Luís de Matos, estreia-se aos 12 anos de idade em Associações de Cultura e Recreio e em diversas casas de fado em Lisboa. Em 1989 venceu, na categoria de juvenis, a Grande Noite de Fado no Coliseu dos Recreios em Lisboa e em Dezembro de 2005 participou na Grande Noite de Fado no Teatro São Luiz em Lisboa vencendo na categoria de seniores.

Tem efectuado digressões em Portugal Continental e Ilhas, assim como em diversos países como: Espanha, Inglaterra, Holanda e Canadá. Actua em casas de fado, de entre elas " O Tomás", "Os Ferreiras", "O Luso", "A Típoia", "Adega Mesquita", "Adega Machado", "Marquês da Sé", "Senhor Vinho", " Casa de Linhares", "Mesa de Frades", "O Faia", "Parreirinha de Alfama

Fez parte do espectáculo de Filipe la Féria, Fado-História dum povo.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Carmencita

Raquel Peters nasceu em Albufeira, a 14 de Junho de 1984

Pode considerar-se que os primeiros passos como cantora foram dados com 12 anos, tendo por essa época participado e vencido concursos de fado de Albufeira, Lagos, Portimão, Vila do Bispo e Loulé.


O primeiro brilho a nível nacional surge em Outubro de 2004, dia em que, convidada pelo fadista João Braga, participou no especial televisivo "Amália... É Impossível Esquecê-la", programa com transmissão do Canal 1 da RTP, a partir do Panteão Nacional, na data em que se assinalavam cinco anos desde da morte de Amália.

O seu nome firmou uma verdadeira notoriedade nacional no fado no ano seguinte, em Dezembro de 2005, altura em que, com 21 anos, venceu em Lisboa a Grande Noite do Fado.

Ei-la cantando o fado Carmencita

sábado, 22 de outubro de 2011

Por um dia

Ângelo Freire é um músico de fado. Toca Guitarra Portuguesa.

Em 2000, com 12 anos, venceu a Grande Noite do Fado na categoria de juvenis masculinos.

Foi também o 1º classificado, em Outubro de 2000, na edição mundial do concurso Bravo Bravíssimo produzido pela Retequattro e pela SIC.

Em 2004 venceu a Grande Noite do Fado na categoria de instrumentistas.

Actualmente é músico acompanhante de Mariza, e acompanha também o elenco do Restaurante Típico "Os Ferreiras".


Também acompanha Ana Moura e Mafalda Arnauth entre outros fadistas.

Ei-lo como canta é magistral o fado Por um dia do grande Jorge Fernando

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Vielas de Alfama



José Matoso um fadista de Lisboa, mais um que aqui apresento, vencedor duma grande noite do fado no ano 2000.

Não sei onde ele canta ou se quer se tem sítio fixo para o fazer. Lembro-me dele, ave de arribação, passar por vários locais em Lisboa onde se cantava o fado, para o táxi onde ganhava a vida, cantar os seus fadinho com a o amor que se sentia em cada fala e arrancar, para continuar o trabalho.

É assim a vida de grandes talentos do fado

Aqui canta Vielas de Alfama


Ou ouvi-lo noutro fado Tantos fados deu-me a vida que publiquei noutro blog de minha autoria

domingo, 9 de outubro de 2011

Na rua dos meus ciúmes

No ano de 1999 vence a grande noite do Fado na categoria seniores femininos a agora conhecida como Ana Lains de seu nome completo Ana Margarida Laíns da Silva Augusto, que nasceu em Tomar, a 16 de Agosto de 1979



segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Poema desfeito

No ano de 1999 a grande noite do fado é ganha em Seniores masculinos por Marco Rodrigues.

Nascido em Amarante , aos 8 anos vai viver para Arcos de Valdevez. Marco Rodrigues cresce sem qualquer ligação ao fado embora sempre em contacto com outros géneros musicais.

Mas o destino, esse, leva-o para o fado... quando se muda para Lisboa.

Poucos meses depois dessa vitória Marco Rodrigues estreia-se como profissional no Café Luso – onde é actualmente fadista e violista residente, para além de director artístico.


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Grando noite do fado 1998

Em 1998 Ricardo Ribeiro volta a ganhar agora em Seniores masculinos a Grande noite do fado,
quando em juniores femininos ganhava Milene Candeias

Aqui canta o fado Esperança morta numa nova aparição na Noite do fado em 2006 volta a ganhar em seniores



e em juniores masculinos ganhava Marco Rodrigues, aqui cantado 2 lagrimas de orvalho

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Anel de fogo

Em 1998 vence a grande noite do fado Suzana Cristina ei-la cantando Anel de fogo da autoria do seu marido Marco Quelhas

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Sofrendo da alma


Raquel Tavares nasceu em Lisboa a 11 de Janeiro de 1985.

O seu nome ganhou uma notoriedade nacional no fado pela primeira vez em 1997, ano em que, com 12 anos, venceu na Grande Noite do Fado, iniciativa da Casa da Imprensa

Aqui canta o fado Sofrendo da alma de Guilherme Banza


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O Ardinita

Em 1997 Diogo Rocha ganha a grande noite do Fado em juniores masculinos, uma promessa do fado que mais tarde como veremos confirmou ganhando em séniores a noite de Lisboa e também a do Porto

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Sombra

Liana nasceu em Coimbra a 27 de Dezembro de 1979 mas pouco tempo depois passa a morar em Lisboa.

Aos 9 anos começa a cantar fado

Liana venceu doze dos treze concursos em que participou. Destaca-se a vitória, por duas vezes, na Grande Noite do Fado, em 1994 e 1996, nas categorias juvenil e sénior, lançando por esta altura dois álbuns.

Aqui canta Sombra um fado de David Mourão Ferreira e Alain Oulman


segunda-feira, 25 de julho de 2011

O tempo é fome

No ano de 1995 representando o meu querido Varejense, Pedro Galveias ganhou a Grande noite do fado categoria de Séniores masculinos

Aqui ele canta Tempo é fome um fado de José Luis Gordo

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Pede-me tudo

No ano de 1995 a vencedora feminina da Grande Noite do fado foi Ana Maurício, sobrinha do fadista Fernando Maurício

Ainda adolescente, em 1984, concorreu pela primeira vez à Grande Noite do Fado em Lisboa. Dessa noite no Coliseu dos Recreios saiu com a conquista do 3º lugar. Voltou na edição do ano seguinte, acabando por vencer na categoria de juvenis femininos

domingo, 17 de julho de 2011

Promete jura

Em 1994 o vencedor masculino da Grande Noite do fado foi Carlos Maia.

aqui canta o fado Promete jura um fado de Maria João e Sérgio José Dâmaso



Pode consultar-se o seu blog ou pode-se ouvi-lo cantar na Guitarra de Lisboa ou na Severa

domingo, 10 de julho de 2011

Lagrima e Maria Lisboa


Tânia Pataco nasceu em Pombal. e em 1994 venceu a Grande Noite do Fado, na categoria de Seniores Femininos

Aqui canta a Lagrima e Maria Lisboa

segunda-feira, 4 de julho de 2011

sábado, 18 de junho de 2011

Pergunta a quem quiseres

Jaime Dias vencedor da Grande noite do Fado em 1991, faz agora 20 anos, continua a ser na noite do fado de Lisboa, considerado em senhor, canta onde quiser

Este Pergunta a quem quiseres é uma letra de Mário Raínho que o seu ídolo Fernando Maurício, como ele não se cansa de dizer. cantava muitas vezes



Ou esta letra de Vasco de Lima Couto Que povo é este que povo para o fado menor

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Foi Deus

Maria Augusta uma fadista portuguesa, nasceu em Mangualde, Viseu, no seio de uma família rural, e aí viveu até aos vinte anos, altura em que se mudou para Lisboa onde reside até hoje.

Desde muito pequena que gostava de cantar e todos lhe diziam que tinha uma voz poderosa. Em 1988, concorreu à Grande Noite do Fado* onde foi a Vencedora Individual e Feminina, troféu Caravela de Lisboa, Taça de 1º lugar feminino Sénior.


sexta-feira, 3 de junho de 2011

Fado canção mais bela

Em 1988 venceu a Grande Noite do Fado na categoria de Seniores Masculinos Américo de Sousa.

Ei-lo cantando numa homenagem ao rei Fernando Maurício na Mouraria na Rua do Capelão


quarta-feira, 1 de junho de 2011

Deixa-me só

Natalino de Jesus foi o vencedor em 1985 da Grande Noite do fado e continua a sua excelente carreira com se pode ver cantando este velho fado de Joaquim Pimentel

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Naufrágio


Gostaria de relembrar os vencedores da Grande Noite do Fado em anos passados. Chegada a altura de relembrar a vencedora feminina do ano de 1985 Maria de Fátima Fernandes Silva que imagino sem certezas que seja esta fadista que aqui apresento e que segundo julgo vive actualmente em Amesterdão

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Quadras soltas


No ano de 1984 a vencedora da Grande noite do fado foi Leonor Santos, aqui canta quadras soltas sobre música do fado menor.

Não sei muito do paradeiro dela posso imaginar que seja ela que canta no Restaurante o Fado no Porto




sexta-feira, 13 de maio de 2011

Fernando Oliveira e Costa

Canta Porquê de eu ser assim uma letra de António Cruz para o fado Maria Rita de Armando Machado e depois Pergunta a quem quiseres de Mário Raínho para o fado laranjeira de Marceneiro

Fernando Oliveira e Costa um amador filho de Miguel Costa


domingo, 1 de maio de 2011

Três degraus uma cortina

Jorge Rocha cantando Três degraus uma cortina uma letra de Linhares Barbosa, para o fado menor, no Adega Beira Rio

Fernando Jorge

Fernando Jorge Luís Amaral foi o vencedor em 1983 da Grande Noite do fado de Lisboa, na categoria Sénior Masculino.

Que eu sou admirador de Fernando Jorge, não restam dúvidas das atender aos fados por ele cantados e que publico no meu blog Fado das bocas lindas.

Por lá pode ouvir-se

Infelizmente não encontro na net trabalhos que incluam o Fernando Jorge

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Da janela do meu quarto

Porta do coração

Agua louca da ribeira

Garoto do bairro velho

Fernando Mega nasceu em Lisboa a 6 de Abril de 1960 nasceu no bairro de Alfama

Venceu muitos concursos de fado e com apenas 22 anos venceu a Grande Noite do Fado em 1982, seguindo para uma carreira profissional. Foi artista privado de muitas casas de fado e restaurantes tipicos, actuou no Timpanas, A Severa, Adega Mesquita restaurante típico "Lisboa à Noite" e também na Adega Machado.

A sua carreira levou-o a actuar em todo o Portugal, periodicamente com actuações no Porto e estrangeiro, sobretudo junto das comunidades portuguesas.

Em 2003 emigrou para o Reino Unido, onde actualmente reside e actua em Londres.

Continua daqui a partir para actuações em todo o Reino Unido e no estrangeiro quando lhe oferecem essa oportunidade.

Para contactos com o fadista ver em www.fernandomega.info


sábado, 16 de abril de 2011

Arrependido

No ano de 1980 a Grande Noite do Fado de Lisboa foi vencida por Celeste Branco obviamente na categoria dos fadistas Femininos


video

domingo, 10 de abril de 2011

Partir é morrer um pouco

Soube hoje da morte de Alcindo de Carvalho aos 78 anos, no passado dia 6 de Dezembro

Alcindo Simões de Carvalho nasceu a 9 de janeiro de 1932, no Bairro Alto, em Lisboa. Chegou a ser vendedor de tintas. O fado não foi um acidente, antes sim uma inevitabilidade.
Alcindo Carvalho nasceu num ambiente fadista na Rua da Rosa, no coração do Bairro Alto. O seu pai era alfaiate de profissão. Mas na família o fado marcava constantemente presença. Um dos seus irmãos tocava viola e outro cantava.

Na Grande Noite do Fado do ano 2004, Alcindo de Carvalho recebe o Prémio de Carreira, e é homenageado num espectáculo decorrido no Teatro de S. Luiz, em Lisboa.

No espectáculo "Cabelo Branco é Saudade" cantava com Ricardo Ribeiro este fado do também saudoso António ds Santos

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Camané

Carlos Manuel Moutinho Paiva dos Santos, conhecido por Camané é um fadista português nascido em Oeiras a 22 de Dezembro de 1967. O irmão mais velho dos irmãos fadistas Hélder Moutinho e Pedro Moutinho.

Foi o grande vencedor masculino em 1979 da Grande Noite do Fado, no mesmo ano em que Marina Mota venceu

Aqui canta uma letra de João Fezas Vital para as quintilhas de Pedro Rodrigues

quinta-feira, 31 de março de 2011

Marina Mota

Marina da Conceição Ribeiro Mota (Lisboa, 7 de Outubro de 1962) é actriz, produtora e cantora portuguesa, sendo uma das caras mais conhecidas do humor em Portugal

Marina Mota é detentora de um invejável currículo na área do teatro de revista e dos programas de humor na televisão. Durante muitos anos, além de presença diária nos seus programas televisivos, a artista participou ainda em inúmeras peças de teatro de revista onde, além do desempenho enquanto actriz, também actuava como cantora.

Marina Mota é uma grande fadista (para mim das maiores) tendo ganho a Grande Noite do fado em 1979

  • A saudade é minha de Carlos Conde


  • Minha mãe é pobrezinha de Linhares Barbosa cantando com Carlos Macedo

quinta-feira, 24 de março de 2011

Edite Guerra

Edite Guerra ganhou a grande noite do fado em 1973, deixo dois fado que encontrei por aí

  • Disse-te adeus e morri



  • Estrela dum fado

segunda-feira, 21 de março de 2011

Saudades tenho-as aos montes

Maria da Nazaré nasceu no Barreiro, então uma das zonas industrias de maior projecção em Portugal. Cedo partiu para Lisboa, onde se radicou no Bairro de Campo de Ourique. E aí começou a cantar, ao despertar para a adolescência. Primeiro em serões de amigos, e logo depois integrada nas sessões para trabalhadores organizadas pela antiga FNAT (hoje INATEL). Nesta mesma altura, pelos finais dos anos sessenta, venceu por duas vezes a Grande Noite do Fado, então patrocinada pela Casa da Imprensa. uma delas foi em 1965


terça-feira, 15 de março de 2011

Fado dos sonhos

Maria Amorim foi a segunda vencedora da Grande noite do fado em Lisboa em 1953

Morreu em Londres em 2003, vítima de doença prolongada

Viveu 67 anos e nascera na Madragoa, tendo começado a cantar na Parreirinha de Alfama, de Argentina Santos, em Lisboa.

Este fado dos Sonhos é da autoria de Frederico de Brito


O meu nome

Esmeralda Amoedo, foi a primeira vencedora da Grande noite do fado em 1953. Nasceu em Lisboa na Mouraria.

Esmeralda Amoedo integrou o elenco de várias casas de fado tanto em Lisboa como no Porto, nomeadamente Café Luso, Adega Mesquita, Toca, Painel do Fado e Mal Cozinhado.

Actuou várias vezes no estrangeiro e ao longo de mais de 50 anos de carreira recebeu vários prémios, entre os quais o Prémio Carreira pelo Jornal de Notícias e Prémio Neves de Sousa pela Casa da Imprensa.

Aqui canta o fado O meu nome uma letra de Adriano Reis para a música do fado tamanquinhas de Carlos Simões Neves

quinta-feira, 10 de março de 2011

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Gosto de ti porque gosto

A fabulosa Fernanda Maria canta aqui um fado de Maria Lavinia Almeida para o fado 2 tons de Alberto Simões Costa


sábado, 5 de fevereiro de 2011

Achei-te tão Diferente

Achei-te Tão Diferente, versos de Luís de Campos para o fado Dois Tons

Fado das quatro estações

Volto a colocar Francisco Pessoa, cantando um poema de David Mourão Ferreira, com música do Fado Dois Tons.

Mais um excelente trabalho do companheiro Américol que além de excelente fadista, coloca nestes trabalhos todo o seu amor ao fado


segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Desejo louco

Roguei ao meu coração
Para não bater apressado
Quis saber qual a razão
Deste meu tonto cuidado

Respondi-lhe que te amava
De te perder tinha medo
E assim a bater andava
A espalhar o meu segredo

Queria só para nós dois
Aventura deste amor
Prometeu-me mas depois
O seu bater for maior

Agora quando te vejo
Sei enfim qual a razão
Deste meu louco desejo
De parar o coração

publicado por TiMaria Benta