Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Prece

 Pedro Calado um fadista de Évoram ganhou o Prémio Nacional do Fado.

Uma excelente voz, que na final cantou este mesmo fado de Pedro Homem de Melo



quinta-feira, 5 de julho de 2012

Prece


Sergio Marques chama-se este fadista que "encontrei" a cantar na casa do fadista em Gondomar
cantando Pedro Homem de Melo e Alain Oulmann

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Triste sorte

Na minha procura em busca dos desconhecidos fadistas deste nosso país, gostei de ouvir este Ricardo Monteiro, a cantar este fado cravo de João Ferreira Rosa, lá no restaurante Rampinha que fica no Porto na Rua de Santa Catarina

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Disse-te adeus e morri

Esta miúda tem 20 anos mas gravou pela primeira vez há 8 anos julgo eu, chama-se Catia Sofia e canta muito bem como se pode ver nesta sua actuação no restuarante Somar em Vilar do Pinheiro.

Disse-te adeus e morri é o fado que ela aqui canta

sábado, 16 de junho de 2012

Tony Reis

As minhas deambulações pela net trazem-me bons momentos, grandes fadistas que cantam por aí e cantinhos onde se pratica o amor ao nosso fado.

Este fadista chama-se Tony Reis e não sei de quem é a autoria da letra que canta para estas sextilhas do Carlos da Maia o cantinho fadista é a Tasquinha de Ouro em Lordelo do Ouro

terça-feira, 1 de maio de 2012

Silêncio ternura e fado

O grande António Rocha cantando Silêncio ternura e fado no restaurante tipico "O Faia". letra de sua autoria e música de Joaquim Pimentel.Guitarra portuguesa Pedro Amendoeira e Paulo Jorge, na viola Paulo Ramos

sexta-feira, 2 de março de 2012

Chegou o fim

João Roque foi o vencedor da grande noite do Fado de Lisboa em 2008 a última que se registou, canta aqui Chegou o fim um fado de Amtònio Rocha sobre a música do Fado Pronça

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Não te menti

Em 2007 o vencedor da Grande Noite do Fado foi Cristiano de Sousa, um fadista com enorme qualidade

Aqui canta um fado de Moita Girão para o fado Alberto

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Ovelha Negra

Este fado foi popularizado pela Beatriz da Conceição e sempre o ouvi cantar sobre música do fado freira de Miguel Ramos. Achei estupenda esta interpretação deste poema de João Dias sobre a música do fado 3 bairros, por Helena de Castro que ouvi numa noite de fado em Portimão

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Deste-me um beijo e vivi

Há já muitos anos que ouvi com muito agrado Helena de Castro cantar nos Ferreiras em Lisboa, onde cantou algum tempo. Perdi-lhe o rasto, mas não esqueci a sua magnífica voz de tonalidade grave que muito me agrada e a forma como interpreta os fados do seu repertório.

Voltei a reencontra-la agora numa noite de fado em Portimão, no café Nacional e espero ouvi-la muito mais vezes.

Este magnífico fado cravo com letra de Vasco de Lima Couto é um bom exemplo do que acabei de dizer

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Montanha azul

Mais uma voz da Tertúlia do Vitor, que canta muito bem um conhecido fado de António Severino (música) para verso de António Reisinho uma parelha de sicesso

sábado, 4 de fevereiro de 2012

O Ardinita

Gosto de descobrir na net fadistas e cantinhos onde se canta o fado, na sua essência mais genuína. falo da Tertúlia do Victor e dum senhor chamado Carlos Cavaco, que canta aqui um magnífico corrido.

Neste cantinho curiosamente não cantam mulheres, pelo menos não aparecem em nenhum dos vídeos publicados, boa maneira de se evitar ouvir uma esganiçada qualquer (há sempre uma) a esforçar-se por cantar a Lágrima

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Um pouco de solidão

A 55ª edição da Grande Noite do Fado - o emblemático espectáculo organizado pela Casa da Imprensa - realizou-se pela primeira vez na Aula Magna, em Lisboa. E como vem sendo habitual, revelou novos talentos. De entre os 26 participantes, Milene Candeias e Pedro Viola foram os grandes vencedores em 2006 distinguidos pelo júri na categoria de seniores.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Meu amor

Filipa Cardoso, também referenciada como "Gisela Filipa" cresceu no bairro típico de Lisboa "o Alto do Pina", recordando dos seus tempo de criança vozes como a de Fernando Maurício e os sons da guitarra portuguesa.

Com 10 anos, cantou em público pela primeira vez num casamento de uma prima. O dono do restaurante propõe-lhe que cante noutros casamentos e oferece-lhe o primeiro "cachet" que Filipa recusa, aceitando no entanto o desafio de cantar.

Mais tarde, na festa de aniversário da neta de Raul Silva, Filipa, já com 15 anos, é ouvida nessa tarde pelo violonista que a convida para cantar, nessa mesma noite, na casa típica “Taverna do Embuçado”, onde passou as ser presença diária.

Ao mesmo tempo, foi possível durante 8 meses, ouvi-la ainda noutra casa, a “Taverna d´el Rey”, ambas no bairro de Alfama

Em 2004, marcando o quarto de século e tendo já sido mãe, Filipa acredita que "sem cantar fado a sua vida não fazia sentido" e concorre à Grande Noite do Fado, em Lisboa.

Em 2007, participou no Festival RTP da Canção, num dueto com Edmundo Vieira. A canção "Desta Vez" ficou em 6º lugar, num ano vencido por Sabrina.

Em 2009, é lançado a 23 de Fevereiro[6] o seu segundo álbum Cumprir Seu Fado, Pela editora Farol. Este trabalho contou com a participação de Argentina Santos no tema "Fado da Herança"

sábado, 7 de janeiro de 2012

Fria Claridade

Em 2003 a Grande noite do fado de Lisboa foi ganha na categoria de Seniores femininos por Jacqueline Carvalho

Ei-la aqui na Tertúlia passe por alto cantando o Fria Claridade de Pedro Homem de Melo



E foi cantando o Carcereiro que ela ganhou nesse ano

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012





O nosso fado se o procurarmos onde ele vive , pode trazer-nos sempre surpresas e belos momentos Foi assim que na net descobri um grande fadista António de Jesus . Só agora por defeito meu por certo, dado que António de Jesus não é um novato. Aqui canta primeiro um velho fado de Artur Ribeiro com música de José Maria Antunes, Somos dois loucos, brevemente publicarei do meu blog Fado das bocas lindas com a mesma música um outro fado que Artur Ribeiro também escreveu.

Depois António de Jesus canta outro fado chamado Falso Amor,

Aproveito para chamar a atenção para outro local do fado Molduras de Poemas de fado