Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Homenagem a António Rocha



Ando nesta de de viajar pela casa dos outros, mas espero que não se ofendam

A ideia é homenagear António Rocha e quem não souber a quem me refiro basta passar pelo blog de jjsilva ler a sua biografia e ficar por lá para ouvir

  1. Boneca de porcelana-uma letra sua para os três bairros de Casimiro Ramos
  2. Chorai fadista chorai no fado Menor (viva o rei) com letra de Linhares Barbosa
  3. Findar em teus braços-outra letra dele para o fado sevilha de Jaime Santos
  4. Tinhas razão minha mãe-uma letra de Domingos Costa para as quadras do Carlos da Maia

Depois dou um salto ao Fado em Vinil, do caríssimo amigo, de todos os bloguistas amantes do fado, Fernando Batista, que também homenageia António Rocha, passando

  1. Meu ciúme uma letra de António Rocha para o fado Glória de João Alberto
No canal do quimfadista descubro este

  1. A minha estrela , uma letra de Conde Sobral para o fado menor
Regresso a casa e recomendo

  1. Procura vã, mais uma letra sua para o fado súplica de Armando Machado
  2. Rouxinal do choupal para o Fado Vitória numa letra de Fernando Teles

Acabo agradecendo a todos os que gostam de António Rocha, ele merece

1 comentário:

Anónimo disse...

Só quem não conhece a vida deste imenso fadista e do seu humanismo é que pode ignorar este nome... António Rocha é um dos maiores fadistas que Portugal já conheceu. Humilde, incansável amante do fado, amigo do seu amigo, poeta, da vida e dos amores. Poeta de sentimentos vários que nos fazem arrepiar ao ouvi-lo cantar. Jamais se deslumbrou cos as luzes, jamais se ofuscou com a sua grandeza com os seu inúmero êxitos conquistados um pouco por tudo o mundo. Afável de trato fino de uma educação esmerada e baseada nos valores morais e no respeito pelo próximo. António Rocha só não é reconhecido pelo grande público como o maios fadista português a cantar à mais de 60 anos , porque nunca se pôs em bicos de pés nem deve favores à queles que anseiam por um lamber de botas . Atravessou gerações com a mesma postura , o mesmo afinco, a mesma paixão ao seu grande amo… O Fado. Sempre simples , sempre exigente perfeito no modo de cantar … António Rocha é sem dúvida um ícone do Fado. Mesmo não lhe dando reconhecimento que merece, ele ama e canta Portugal como poucos. Que a vida lhe dê ( para nosso deleite) muitos anos de fado e poesia. E obrigado
Xico Zé